Mostrando postagens com marcador Cartilhas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cartilhas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Hashtag (#): o que é, como funciona e como usar!



Hashtag é uma expressão bastante comum entre os usuários das redes sociais, na internet. Consiste de uma palavra-chave antecedida pelo símbolo #, conhecido popularmente no Brasil por "jogo da velha" ou "quadrado".  

As hashtags são utilizadas para categorizar os conteúdos publicados nas redes sociais, ou seja, cria uma interação dinâmica do conteúdo com os outros integrantes da rede social, que estão ou são interessados no respectivo assunto publicado.

A hashtag é transformada em um hiperlink, que também pode se indexado por motores de busca na internet, como o Google. Em outras palavras, o usuário poderá buscar por determinado assunto, através da procura pela respectiva hashtag na própria rede social ou em um site de buscas (Google).

Atualmente, as hashtags estão disponíveis em várias outras redes sociais, como o FacebookInstagramGoogle +Pinterest e Youtube. Não apenas como uma ferramenta para organizar os conteúdos publicados nas redes sociais, as hashtags transformaram-se em "armas publicitárias" entre as empresas e instituições que utilizam as redes sociais como meio de comunicação e marketing.



Como usar hashtags para marketing em cada rede social?

Além de hashtags referentes a acontecimentos ou datas importantes, e de hashtags criadas por diferentes empresas para fins de marketing, algumas hashtags também surgem com ideias dos usuários e tornam-se virais.
Sua empresa pode usar essas hashtags para entrar em uma conversa que reúne milhares de pessoas no mundo todo.
Cada rede social tem suas próprias hashtags virais. Alguns exemplos são:
  • #FF no Twitter – “Follow Friday”, algo como “Sexta-feira da seguida”, uma hashtag usada para recomendar aos seus seguidores um perfil que você acha interessante)
  • #instagood no Instagram – usada para indicar uma foto que ficou muito boa.

As hashtags virais muitas vezes não passam de uma rede social para a outra. Não faria muito sentido usar #instagood em um tweet, por exemplo.
Você também já viu, no item anterior, que existem importantes diferenças entre o modo como as pessoas se apropriaram das hashtags em redes sociais diferentes. Nós destacamos que em algumas redes sociais elas são mais usadas do que em outras.
Além dessas diferenças, também existem questões práticas que mudam de acordo com o canal. Em outras palavras, o passo a passo para usar uma hashtag e as funções disponíveis também mudam ligeiramente conforme a rede social.

Twitter

Para publicar uma hashtag no Twitter, basta incluí-la em um tweet publicado a partir de uma conta pública. Tenha em mente que, se a conta não for pública, outras pessoas não poderão visualizar seu tweet ao pesquisar pela hashtag.
Uma coisa bem única das hashtags no Twitter é a possibilidade de utilizá-las para criar sessões de perguntas e respostas sobre um determinado assunto. E
ssas sessões são chamadas de Twitter Chats, e podem ser uma grande oportunidade para realizar networking com pessoas interessadas em certos assuntos.
Sua empresa pode participar de um Twitter Chat acompanhando a agenda divulgada. Também é possível submeter seu próprio assunto e atender possíveis parceiros e clientes em uma sessão de Q&A personalizada.
Depois de publicar sua hashtag por meio de um tweet, você precisará acompanhar o que as pessoas estão dizendo com essa hashtag.
Você pode fazer isso através de uma busca simples no campo indicado com a lupa, no canto superior direito da tela – afinal, você já sabe exatamente o que está procurando. Não é preciso usar o sinal de cerquilha para essa busca, mas você deve escrever a hashtag da forma correta.
Com a busca avançada, você ainda consegue direcionar mais os resultados que deseja. É possível limitar a busca por data ou localização, por exemplo, ou até mesmo procurar tweets positivos ou negativos com a hashtag. Isso é feito com base no uso de emoticons alegres ou tristes – 🙂 ou 🙁 .
Os resultados da sua pesquisa podem ser exibidos de algumas formas diferentes. São cinco formas principais de exibição: Top, Live, Accounts, Photos e Videos. Cada uma delas tem sua própria característica.
O modo de exibição Top apresenta primeiro os tweets que tiveram maior engajamento – como retweets e respostas.
O modo Live apresenta os tweets em ordem cronológica, e é atualizado em tempo real conforme eles são publicados.
O modo Accounts apresenta apenas tweets de certas contas oficiais de fontes de notícias, como jornais.
Como você pode imaginar, é claro, os modos Photos e Videos apresentam apenas tweets que, junto com a hashtag, trazem também fotos e vídeos.
No Twitter, as hashtags mais usadas entram em um ranking, chamado de Trending Topics – ou seja, tópicos “da moda”. Grandes campanhas de marketing podem colocar uma hashtag temporariamente nos Trending Topics de certa região.

Facebook

No Twitter, era preciso publicar a hashtag a partir de uma conta pública. No Facebook, pela mesma lógica, é preciso que o post contendo a hashtag seja público. Do contrário, ele não poderá ser indexado nas buscas.
É possível controlar essa definição a partir da própria caixinha em que o post é escrito, usando o botão azul no canto inferior esquerdo.
No Facebook, é ainda mais fácil buscar pelos resultados usando uma determinada hashtag. Depois que você publica uma atualização de perfil, a hashtag do post torna-se automaticamente um link para a página que reúne estes resultados.
Portanto, basta clicar no seu próprio post para encontrar o que outras pessoas estão dizendo com aquela hashtag.
Além disso, você também pode procurar resultados com uma hashtag usando o campo de busca ou através da URL www.facebook.com/hashtag/SuaHashtagAqui.
Com exceção de alguns países, o Facebook não lista as hashtags mais usadas. Por isso, você não consegue saber quais são os tópicos mais comentados.
Embora o Facebook seja uma rede social em que o uso de hashtags ainda não é tão forte, ele tem mais opções de visualização para os resultados de uma busca por hashtags.
Ele traz as opções Top, Latest (que corresponde a Live), Photos e Videos, que correspondem ao que já vimos no Twitter.
Mas, além dessas, você também pode visualizar os resultados nos modos Pages, People, Places, Groups, Apps e Events. Eles listam, respectivamente, páginas, pessoas, lugares, grupos e eventos que estão usando a hashtag.
O que esses modos tem em comum é que todos os resultados apresentados estão oficialmente ligados à hashtag que você buscou.

Instagram

No Instagram, para usar uma hashtag, é preciso incluí-la em um post feito a partir de uma conta pública. Uma diferença interessante em relação ao Twitter e Facebook é que, quando você começa a digitar uma hashtag no seu post, ao inserir o símbolo da cerquilha, o Instagram imediatamente começa a sugerir hashtags baseado na popularidade.
Para pesquisar os resultados com a sua hashtag, você precisa digitá-la no campo de busca e clicar na opção Tags. Você também pode ver as hashtags mais usadas clicando na opção Explore, representada pela lupa, na parte de baixo da tela.
Você logo vai notar que, no Instagram, as hashtags são bem mais gerais do que no Twitter. Elas se referem mais às fotos em si, como é o caso da hashtag #nofilter, que indica uma foto sem filtro.
Enquanto isso, as hashtags do Twitter tendem a ser mais relacionadas a temas do momento.

Dicas básicas para usar hashtag
É importante falar sobre algumas dicas que podem ajudar muito para que as suas hashtags tenham sucesso.

Não coloque todo o conteúdo em uma hastag

se você quer saber o que as pessoas estão achando sobre o filme, utilize a hashtag com o nome dele, e não #OQueAsPessoasEstãoAchandoSobreOFilme, pois isso irá restringir muito a pesquisa, diminuindo o volume de conteúdo encontrado.

Não use uma hashtag pra cada palavra

Esta dica é oposta à anterior. Se você adicionar as hashtags #o #que #as #pessoas #estão#achando #sobre #o #filme, você irá adicionar o seu conteúdo em diversos grupos de pesquisa, não necessariamente no que você planejava inicialmente.

Use uma hashtag que esteja de acordo com o tema do post

usar alguma hashtag só porque ela está sendo altamente pesquisada mas sem falar sobre o assunto da hashtag vai ser pouco eficaz para a disseminação do conteúdo.

Confira a ortografia

um erro simples de ortografia (ou até mesmo de digitação) pode fazer com que a hashtag seja um fracasso, pois é muito pequena a chance de que várias pessoas cometam o mesmo erro no momento de criar a hashtag.



Fonte deste conteúdo:
https://marketingdeconteudo.com/o-que-e-hashtag/

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Captcha. O que é e pra que serve.



O que é?


CAPTCHA é um acrônimo da expressão "Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart" (teste de Turing público completamente automatizado para diferenciação entre computadores e humanos): um teste de desafio cognitivo, utilizado como ferramenta anti-spam, desenvolvido de forma pioneira na universidade de Carnegie-Mellon. Como o teste é administrado por um computador, em contraste ao teste de Turing padrão que é administrado por um ser humano, este teste é na realidade corretamente descrito como um teste de Turing reverso.

Um CAPTCHA usual envolve um computador (um servidor) que pede que um usuário termine um teste. Como os computadores são incapazes de resolver o CAPTCHA, todo usuário que incorpora uma solução correta é presumidamente humano. O termo foi inventado em 2000 por Luis von Ahn, por Manuel Blum, Nicholas J. Hopper (todos da universidade do Carnegie-Mellon), e por John Langford (da IBM).

Um tipo comum de CAPTCHA requer que o usuário identifique as letras de uma imagem distorcida, às vezes com a adição de uma sequência obscurecida das letras ou dos dígitos que apareça na tela.




Pra que serve?

Assim como sofremos com spams em nossos e-mails pessoais, os sites, blogs, fóruns e mídias sociais, por exemplo, também são alvo de spammmers. É necessário proteger os sistemas vulneráveis ao spam, limitar e controlar o acesso automatizado, em consequência de promoções comerciais, ou de vandalismo. Um site sobrecarregado é super chato de acessar: quem tentou comprar ingresso para a Copa da FIFA no Brasil sabe bem do que estou falando. É até tentador colocar um robozinho para ficar lá o dia inteiro no site por você tentando comprar aquele ingresso. Outra aplicação é para impedir fraudes em votações discussões públicas online. E é aí que o CAPTCHA entra: para defender o seu direito de não disputar ingresso com um robô ligeiro e confiar no resultado das votações online!



Infelizmente nos dias de hoje pessoas maliciosas programam bots (robôs virtuais) para que saem visitando  websites na internet e  preenchendo os formulários afim de enviar spam e até mesmo links maliciosos os quais se acionados podem infectar tanto a hospedagem quanto seu próprio computador local. 

A Net Empreendimentos afim de aumentar a proteção para seus clientes está adotando o Captcha em todos websites por ela desenvolvido.





segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Problemas com e-mail?



Já aconteceu de enviar um e-mail e não chegar no destinatário? Ou até mesmo não receber um determinado e-mail de uma destinatário que você recebia e-mail normalmente? Muitas das questões não é problema da hospedagem. Fique atento em várias situações em que pode levar a acontecer esses problemas.


Acontece que a questão e-mail é bem mais complicada do que as pessoas pensam. E o seu domínio pode já estar  passando  por situações frustrantes como bloqueado pelo Google e ou  até mesmo já constar em vários blacklists

São inúmeros casos que podem acarretar problemas com e-mail. Considere tanto para o remetente quanto o destinatário.

Espaço de caixa cheia. Você já pode ter esgotado o espaço da sua caixa de e-mail. Por isso é recomendado que sempre esvazie sua lixeira quanto a caixa de spam. É importante frisar que não existe a tal hospedagem ilimitada como todos anunciam. Ou você é limitado em tamanho ou em quantidade de inodes. Inodes seria arquivos. Por exemplo: Se você recebe 1 e-mail com 2 anexos e 1 imagem de assinatura. Gastou 4 arquivos. 4 inodes.

Filtros mal configurados: Verifique se não configurou algum filtro na hospedagem. Se sim revise a regra.

Problemas de configurações no servidor: Casos raros a não ser que algum curioso fuçou onde não tem conhecimento. Não mecha onde não sabe. Um registro mx configurado incorretamente pode lhe causar problemas.

Hospedagem do domínio do remetente não estar habilitado o SPF. : independente do provedor onde ele esteja hospedado ao enviar um e-mail, o servidor do destinatário faz diversas verificações para identificar se o e-mail pode ou não ser spam. Uma destas é a política de SPF. Se alguém tentar mandar um e-mail falso em nome do seu domínio, o equipamento que fará o envio possuirá um IP diferente deste que está listado, o que fará com que o servidor de destino entenda que se trata de um spam e poderá recusar o e-mail. 

Servidores com Relay aberto: Servidores com o relay aberto permitem que qualquer um, sem qualquer tipo de identificação, enviem e-mails facilmente forjados para qualquer endereço na Internet. Obviamente, isso é um prato cheio para qualquer spammer pois ele poderá enviar e-mails à torto e à direito sem qualquer dor de cabeça. Já vi servidores com relay aberto que, em menos de um dia conectados à Internet, tinham mais de 200 mil mensagens na fila esperando para serem enviadas.
Existem várias ferramentas on-line que verificam se um determinado host está ou não com o relay aberto:
·         Terra Postmaster: http://mail.terra.com.br/postmaster/
·         MailRadar Open Relay Test: http://www.mailradar.com/openrelay/
·         SpamHelp SMTP Open Relay Test: http://www.spamhelp.org/shopenrelay/
·         CheckOR: http://www.checkor.com/

Se o email enviado veio de um servidor sem ip reverso  ou ip reverso configurado incorretamente. Normalmente o DNS atua resolvendo o nome do domínio de um host qualquer para seu endereço IP correspondente. O DNS Reverso resolve o endereço IP, buscando o nome de domínio associado ao host. Ou seja, quando temos disponível o endereço IP de um host e não sabemos o endereço do domínio(nome dado à máquina ou outro equipamento que acesse uma rede), tentamos resolver o endereço IP através do DNS reverso que procura qual nome de domínio está associado aquele endereço. Os servidores que utilizam o DNS Reverso conseguem verificar a autenticidade de endereços, verificando se o endereço IP atual corresponde ao endereço IP informado pelo servidor DNS. Isto evita que alguém utilize um domínio que não lhe pertence para enviar spam, por exemplo.

Sabendo o domínio do remetente pode-se descobrir seu ip no link: http://www.meuenderecoip.com/descobrir-ip-do-site.php e para saber se o ip reverso está ok pode utilizar o link: http://www.ipok.com.br/ .

Dominios em blacklist: Se o domínio do e-mail enviado ou do domínio do remetente  está listado em algum Black List. Pode-se fazer uma consulta nos links abaixo:


Anexo sem texto: Muitos servidores de lista negra consideram que se está enviando muitos e-mails só com anexo e sem um conteúdo é considerado spam. Se o remetente tem este vício pode estar em uma destas listas.

Assinaturas com Links: Algo comum de se usar, até que um servidor de lista negras interprete que todos seus e-mails enviam um link. Geralmente quem fica enviando link é spam com malware.

Lembra daqueles e-mails intencionados que falam algo atrativo e pedem pra vc clicar em algo? Pois então.  Você acaba caindo em uma dessas listas simplesmente porque tem link na sua assinatura.

É muito bonitinho e eu também usava até eu cair em um blacklist. Acontece que com o passar dos tempos as regras de e-mail estão ficando cada vez mais severas.

Outro detalhe é procurar usar uma assinatura em que 30% seja imagem e 70% texto.

Quando for configurar sua assinatura de email, primeiro teste ela em um testador de SPAM, como neste site por exemplo:https://www.mail-tester.com/, tente chegar perto de uma classificação 9 ou 10. Note que há alguns atributos que somente podem ser corrigidos no seu servidor de email.


Assunto do e-mail: NUNCA use no ASSUNTO palavras totalmente MAIÚSCULAS, este é o segundo maior motivo de sua mensagem ser classificada como SPAM pelos servidores. Evite também usar no campo assunto palavras que engatilhem o spam e frases fraudulentas. Se seus contatos tem o costume de fazer isso podem estar já sendo bloqueados.

Exemplo de palavras:
espantar-se
cancelamento em qualquer parte
ordem da verificação ou de dinheiro
instalar aqui
felicitações
caro amigo
marketing do E-mail
para somente ($)
para livre
oferta grande
garantia
aumentar vendas
ordem agora
prometê-lo
arriscar livre
promotion especial
este não é Spam
para ser removido
unsubscribe
vencedor
Clique aqui
Todos os direitos reservados
Links para arquivos exe, pif, scr e outros
Sigilo Absoluto
Dúvidas Conjugais
Grampo?
Tenha seu site na Internet
Ganhe dinheiro enviando e-mails
Trabalhe em casa
Para retirar seu e-mail da lista
Divulgue sua/seu
Fala sobre não perder tempo
24 Horas
Contém “de/para sua empresa”
Contém a palavra “hospedagem”
Contém a palavra “hospedagem” no Subject
Subject: xx kg
Subject: Vagas Abertas
Texto “e confira”
Agência de Aproximação/Modelos
Especialmente para você
Fala para não responder o e-mail
Fala sobre perder peso
Fala sobre perder peso no Subject
Saved from URL
Pede desculpas pelo incomodo/transtorno
Consulte-nos!
Detetive ou Espionagem
Despachamos para todo o Brasil
Contém ponto de exclamação no From
Provavelmente e” sobre venda de listas de e-mails
“Telemarketing”
“Trabalhar em Casa”
“e saiba mais”
“Imperdível”
“Aproveite nossa promoção”
agora/já”
Curso on-line no subject
Curso no subject
Curso no body
“Mala Direta”
“Mala Direta de e-mail”
“Grátis”
“Frete Grátis”
Inclui texto para remover email
“Tempo Limitado”
“Renda Extra”
Ganhe Dinheiro no Subject
Texto sobre “Renda Extra” no Subject
From com a palavras-chave
Subject com a palavra “Promoção”
Contém a palavra “você” no Subject
Link para sites no cjb.net
Link para sites no kit.net
Chamando url no kit.net (src=)
Link para sites de hospedagem grátis
Link para sites no HPG
Link para produtos no Mercado Livre
Dizendo que a msg será enviada apenas uma vez
Dizendo que a msg não é um spam
Interrogação no subject
Texto “A partir de $xx.xx”
Texto “apenas $xx.xx”
Texto “apenas $xx.xx” no Subject

No ip local do destinatário quanto do remetente. Eu passei por um problema desses. O ip da hospedagem do domínio estava ok. O domínio não constava em blacklist. Mas os e-mails que eu enviava alguns recebiam e outros não. Acontece que o caminho que o e-mail percorre entre os servidores podem ser diferente dependendo do destinatário. E no caminho de um pode haver um provedor com firewall mais rígido do que o do outro. E quando fui checar o meu ip local estava constando em uma lista negra.

Então faça um teste primeiro se seu ip local não consta em um blacklist. Pode as vezes constar em um blacklist e não interferir em nada. Por isso é importante saber os detalhes de cada Blacklist caso ouver. Para descobrir o ip local acesse : http://www.meuip.com.br/ . Vai ser mostrado seu ip. Com seu ip em mãos acesse o site: http://mxtoolbox.com/blacklists.aspx e informe la seu ip.

Clique em Blacklist Check e aguarde o resultado. Será listado caso constar em alguma lista negra. Nem todos os servidores pode-se retirar manualmente. Alguns ficam fazendo uma análise tempos em tempos e se os erros forem resolvidos ela retira automaticamente.

Estes erros podem estar nos equipamentos (computadores, etc) em que usam a internet do local físico. Então é recomendável contratar um profissional para fazer uma varredura rigorosa em Malwares e vírus no equipamento.

Uma forma paliativa de se resolver caso seu ip esteja listado é trocar o ip. Aí a forma varia muito da operadora. No meu caso a net. Deixei o modem totalmente desligado. Tanto da energia quanto dos cabos de rede durante a noite inteira. Ao ligar no outro dia o ip tinha alterado e paliativamente resolveu meu problema.

Outra coisa a verificar se todos os clientes de e-mail (ex. Microsoft Outlook) estão configurados para usar a porta SMTP ou com 587 ou como 465 nos casos de utilizarem ssl. NÃO PODE ESTAR USANDO A PORTA 25.

Se possuir qualquer sistema interno em que envie e-mails do tipo orçamento ou algo do tipo, Verificar se este sistema está usando autenticação para enviar e-mail e com as portas corretas. Lembrando não pode ser a porta 25 como smtp.


Infecção por worm ou spoofing. Se caso você recebe e-mail de  você mesmo ou de qualquer conta do seu domínio sem ter enviado provavelmente foi infectado. Caso for um Worm verifique os equipamentos com já dito. Se for um sppoffing, infelizmente seu domínio está comprometido. Então poderia contornar a situação criando uma conta retaguarda e aplicar um filtro de forma se for enviado um e-mail para uma conta inexistente o filtro envia para este e-mail que a destroem automaticamente. Portanto se o excesso de spam é grande já vai pensando em trocar de domínio pois corre o risco do mesmo ser bloqueado pelo datacenter.

Enfim, as medidas que têm sido tomadas contra o SPAM podem ser um pouco inconvenientes algumas vezes, porém infelizmente são necessárias para evitar desperdiçar recursos caros com mensagens inúteis e, algumas vezes, que podem até causar problemas de segurança para quem as recebe (phishing, worms, vírus, etc.).

Se você hospeda seu site em prestadores de serviços que vendem o serviço de mail-marketing e o mesmo te oferece uma caixa de correio grande. Desconfiem. Pois pode acontecer que, o motivo de você ganhar essa caixa grande é por eles mesmo incluir você como um destinatário de mail marketing.

A NET EMPREENDIMENTOS não aconselha e nem é a favor da prática de SPAM.





segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Sou Autônomo





Mais um site para você se cadastrar e referenciar seu website. O site é https://www.souautonomo.com.br/

Existem vários tipos de sites como estes cada um com suas regras. Portanto é importante ler os termos e condições de cada um.

Conforme o site o cadastro é gratuito.

Sugerimos que se cadastrem no site pelos seguintes motivos:

  • Mais uma opção propagando dos seus serviços prestados
  • Incluir o endereço do seu site de forma que isto é mais uma site apontando para o seu (interessante pois um dos critérios do google para pontuar seu site de forma ele aparecer mais em suas pesquisas, são sites apontando para seu site) 

No cadastro do site  já possui um campo próprio para você informar tanto seu Website quanto o link de seu Facebook ou Fanpage.




Depois de preencher o cadastro o sistema possui um painel muito interessante. Vale a pena conferir.








Quanto mais sites de diretórios se cadastrar melhor é , lembrando sempre de informar o link do seu site.

É importante frisar que ter um website é agregar valores ao seu negócio. Não é por ter um website que seu negócio vai começar "a bombar". O retorno de um website é de médio e grande prazo.


segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Site O Diarista



Olá!

Hoje me deparei com um novo site de diretório. Ou seja, provedores de serviços.

O Site é O Diarista. Neste tipo de site um prestador de serviço pode se cadastrar disponibilizando suas informações. Assim se alguém visitar o site a procura de algum serviço e que você esteja classificado suas informações estará para contato.

Existem vários tipos de sites como estes cada um com suas regras. Portanto é importante ler os termos e condições de cada um. Neste site o link dos termos é : http://www.odiarista.com.br/o-diarista-termos-de-uso.pdf


Você poderá optar pelo plano  gratuito ou o pago que traz  que fornece melhores vantagens.

Sugerimos que se cadastrem no site pelos seguintes motivos:


  • Mais uma opção propagando dos seus serviços prestados
  • Incluir o endereço do seu site de forma que isto é mais uma site apontando para o seu (interessante pois um dos critérios do google para pontuar seu site de forma ele aparecer mais em suas pesquisas, são sites apontando para seu site) 



Segue abaixo o exemplo do cadastro no site onde pode-se informar o link do seu site:


Quanto mais sites de diretórios se cadastrar melhor é , lembrando sempre de informar o link do seu site.

É importante frisar que ter um website é agregar valores ao seu negócio. Não é por ter um website que seu negócio vai começar "a bombar". O retorno de um website é de médio e grande prazo.

Não basta por um site no ar que ele já vai aparecer nas primeiras páginas nos mecanismos de busca.  Existem vários fatores que contribuem para isso. Um deles é  a idade do site.

Agora para quem tem pressa  pode-se contratar  o Google Adwords

Existem algumas técnicas usadas por alguns profissionais em que adianta o processo, porém são técnicas não aprovadas pelo Google e se identificadas podem causas a exclusão do site nos mecanismos de busca por tempo indeterminado.

Não vai querer isso para seu site né?


domingo, 11 de outubro de 2015

Link de Sites classificados com opção de anunciar gratuitamente



Olá prezados, hoje tenho algo para passar para vocês:

Um dos algorítimos para melhorar seu posicionamento nas pesquisas do Google é outros sites apontando para o seu. Diante disto uma estratégia é se cadastrar em sites de classificados inserindo seu site.

Ter cadastro em sites de classificados não só ajuda a melhorar sua posição nos sites de pesquisa como também é um anúncio do seu negócio que possa ajudar na conquista de novos clientes:

Então tira aí uma duas horinhas e faça seu cadastros nos sites que lhe interessar: